segunda-feira, 20 de agosto de 2007

  Comentários aos comentários no Google News

O LA Times decidiu falar mal da ferramenta de comentários do Google News. Para eles, o que o Google pretende fazer não é jornalismo. Não demorou muito para que viessem as críticas: para Robert Niles, do Online Journalism Review, tudo depende do ponto de vista: afinal, o jornalismo é definido pelo meio empregado (processo), ou pela finalidade a ser atingida (produto)?

Via Ponto Media.

Marcadores: ,




Comentários:

Anonymous tina oiticica harris disse:
Gabriela:

O problema do Lost Angles Times é $$$$$. Poutz, o WSJ foi comprado pelo Murdoch (Fox News); é natural que jornalistas defendam seu peixe.

Li que a longo prazo os papeleiros ganham a parada. É muito baixo astral esse mmimimi de jornal contra Google. Por outro lado tenho minhas reservas quanto ao meu DIndinho de Montain View ;+

Recebo muita coisa do google alert. Mas anop assado eles não noticiaram que abriram as pernas e voltaram atrás nas declarações de Nicole Wong -- Saíremos do Brasil,-- caso orkut.

Boa noite, ou dia e muito obrigada por enriquecer a discussão no Universo Anárquico.
 
Blogger Gilberto Balbela Consoni disse:
Certamente a Google não faz jornalismo efetivamente, pois eles apenas agregam várias manchetes no seu site de outros veículos. Então, a Google tem uma ferramenta de divulgação de notícias, porém é importante analisar como funciona essa seleção de matérias a serem publicadas. Pois, pautar é fazer jornalismo e se a Google faz isso ela estaria, em parte, fazendo jornalismo. Não sei se isso é feito por pessoas ou por um robô. Isso seria importante saber para se poder fazer uma avaliação e tirar conclusões.

Agora, quanto aos comentários. Não acho que mereça alguma crítica, pois vejo isso como uma ótima sacada da Google. Só há um detalhe a ser alertado, como é feito o contato para que os envolvidos possam dar seu ponto de vista? É feito um contato?

Por fim, vejo uma preocupação e entendo as críticas ao site da Google. Também, não sei até que ponto eles estão corretos em ter esse formato. Pois, eles estão tirando a audiência dos veículos que investem em redações, repórteres, sucursais, para atualizarem seus conteúdos. Enquanto a Google faz o link e garante sua audiência e, conseqüentemente, a sua publicidade. Os concorrentes se queixam, pois seus sites perdem audiência com isso. Pois, lendo pelo Google News a visita aos sites só será necessária quando o assunto for relevante.

Mas, quem decide isso é o leitor. A Internet gera uma grande dor de cabeça aos estrategistas, pois como eles deveram agir para garantir que as pessoas visitem o seu site. Seria mais apropriado perguntar, como eles farão para que os leitores os incluam em sua programação pessoal? Afinal, esse é também o grande medo da TV digital?

Meu comentário é maior que o teu Post :P
 
Blogger Gabriela Zago disse:
Pelo que entendo do funcionamento do Google News (apenas como observadora externa), acredito que as notícias sejam agregadas de forma automática. Não há invervenção jornalística, e, pelo que sei também, não há lucro direto por parte do Google News (as notícias são exibidas sem anúncios).

O contato é feito pela própria fonte - o que pode levar a distorções, como uma imensa participação de um lado da notícia, mas sem que haja a contrapartida dos demais envolvidos.

Talvez fosse melhor o Google começar a fazer, efetivamente, jornalismo, antes de sair por aí solicitando comentários das fontes das matérias.



P.S.: Oba, conversação! :D
 
Blogger Gilberto Balbela Consoni disse:
Bom, vamos lá Gabi, junto comigo...

Eu deverei
Tu deverás
Ele deverá
Nós deveremos
Vós devereis
Eles deverão

Agora que aprendi a conjugar o verbo dever no futuro, podemos continuar a conversação. :p

O Google parece, definitivamente, não fazer jornalismo. Agora, quanto aos anúncios. Mesmo que a publicidade não aparece, eles estão promovendo um produto deles com o material dos outros. Seria como eu pegar notícia de diversos jornais e imprimir o Gilberto News. Isso se desce uma grande audiência poderia ajudar a promover a minha marca e, conseqüentemente, outros produtos que têm comercialização de espaços publicitários.

Agora, quanto aos comentários. Se eles fazem dessa forma, mudo a minha opinião de achar uma grande sacada. Pois, assim concordo contigo que pode levar a distorções.

Será que esse tema irá virar outra conversa quilométrica via chat? :P

Realmente temos que fazer logo a pesquisa sobre os comentários nas notícias e os do Google darão dados a serem analisados. :D
 
Blogger Gabriela Zago disse:
Quis dizer que não há lucro direto, mas sem dúvida o Google agrega muito valor à sua marca ao reunir várias notícias de outros lugares em um só espaço. Mas também dá para acusar o Google de reunir os sites da web no buscador e pautar, via PageRank, os sites que aparecerão primeiro nos resutlados :P Tah, comparação infeliz :P

Gostei da idéia do Gilberto News. hauhauhaua :P

Pois é.. no primeiro post que fiz sobre isso, critiquei a forma como os comentários são obtidos. No Read Write Web também tinha uma crítica do tipo, dizendo que essa ferramenta de comentários no Google News é muito "Web 1.0". :P

E rumo à pesquisa dos comentários! :D
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner