quinta-feira, 26 de janeiro de 2006

  O Google e a censura

Do ABCNews.com:
"Saying that providing some information is better than providing no information, Google Inc. today defended its decision to cooperate with China's demand to censor some Web search results."
Interessante essa estratégia do Google. Eles resolveram colaborar com o governo da China e bloquear alguns resultados de seu site de buscas na versão em chinês. O Google.cn bloqueia, por exemplo, cerca de 40% dos resultados de uma pesquisa com termos como "democracy" e "China".
O site justifica-se alegando que é melhor fornecer alguma informação do que nenhuma. Apesar de tudo, não dá para negar que a saída encontrada é bastante engenhosa.
Obviamente, estão em jogo interesses comerciais:
"China currently has an estimated 100 million Web users. That number is projected to rise to 187 million over the next two years."
A China tem cerca de 100 milhões de usuários da web, e perder uma fatia tão grande de mercado não ia valer a pena para o Google. "Yahoo and Microsoft also cooperate with China's censorship policy." Se a concorrência colabora, por que o Google não iria também colaborar? :P

A polêmica diz respeito também à questão da liberdade de expressão e da censura prévia. Ora, mas a censura não está presente em todos os lugares, a todo o momento, em tudo o que se fale? O normal (mas quem define o que é normal em tempos hodiernos?) é associar a censura aos regimes totalitários, e a liberdade de expressão às democracias. Entretanto, "a censura é uma das dimensões intrínsecas de qualquer sistema de poder."* Não há sociedade sem censura, e o que varia, ao longo do tempo e do espaço, é a modalidade de censura exercida.
Claro que a ditadura chinesa exagera um pouco (não deixar que seus cidadãos procurem se informar acerca dos direitos humanos é ir um tanto longe demais!) e certamente não é um exemplo a ser seguido, mas também não dá para querer falar, ler e saber de tudo. Há coisas que simplesmente não devem ser ditas. E isso varia de país para país, de cultura para cultura.
A liberdade total de expressão é na verdade um discurso mítico, porque "a plenitude do dizer e do fazer equivaleria à própria negação da linguagem, à morte da palavra, ao silêncio total." Nesse sentido, a espécie de censura predominante nas sociedades democráticas seria a do tipo que, ao invés de limitar o que é dito, simplesmente obriga a dizer: "Esta censura tem sobretudo horror ao silêncio."
Além do mais, a liberdade de expressão nunca poderia ser total: sempre haver(i)á confronto com outros direitos fundamentais (e aqui entram novamente os tais direitos humanos barrados em pesquisas realizadas no Google da China :P). Talvez a China não tenha lá o melhor dos regimes políticos, mas ao menos exerce a censura em termos claros. Ganha em transparência, perde em liberdade — é impossível agradar a todos ao mesmo tempo :P

* Figuras das Máquinas Censurantes Modernas, de Adriano Duarte Rodrigues. Recomendo a leitura :)

Marcadores:




Comentários:

Blogger Bruno Lovatti disse:
Seja tigre ou dragão, não me simpatizo muito pela China.

Lá, são todos muito parecidos, e em graaaaaaaaaande quantidade tb.

São nessas horas que eu acho viável uma catástrofe natural.

Morrer 200 milhões de pessoas nem iria fazer tanta diferença. Ah, 10% só.

:P
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner