quarta-feira, 11 de julho de 2007

  Post-comentário


A Tina, do Universo Anárquico, fez um post sobre o aniversário dela. Empolguei-me com o assunto e fiz um comentário gigantesco sobre a passagem do tempo. Praticamente um post dentro do comentário. Para não perder o "fio da meada", resolvi reproduzir minhas palavras aqui, transformando o comentário em um post de verdade.

--

Então, falemos sobre aniversário...
É importante comemorar a data e tudo o mais, pois assinala a passagem do tempo. Mas, mesmo assim, acho um pouco estranho o fato de que a gente admite a falsa-linearidade do tempo a tal ponto que, de um dia para o outro, da noite para o dia, passamos a ter outra idade. É como se o tempo passasse de repente, como se a nossa idade mudasse do nada, quando, na verdade, estamos 'crescendo', 'envelhecendo' a cada dia.
Temos uma idade em número absoluto, dedicamos um certo tempo para nos acostumarmos à idéia de que essa é a nossa idade, internalizamos o número a tal ponto que conseguimos responder com prontidão e quase sem pensar à pergunta "Qual a sua idade?" em um formulário qualquer proveniente da burocracia do mundo. Daí, sem mais nem menos, chega um determinado dia do ano a partir do qual todo o esforço em decorar a nossa idade simplesmente é perdido. Passamos a ter uma nova idade e a ter de decorar um novo número.
O aniversário assinala a data dessa mudança de idade. Mas talvez a mudança não fosse assim tão sem sentido se já tivéssemos a cultura de contar a idade não por dezenas exatas, mas com números quebrados. Algo como ter 31,5 anos, ou 57,8. Ou se, ao invés de medir o tempo por anos, contássemos a nossa idade por conhecimeto adquirido, ou por vivências e experiências. Ou talvez a idade pudesse ser medida por estado de espírito. Ou até mesmo a partir de uma média ponderada entre a idade física e a idade do espírito (com peso maior para a idade que sentimos ter; não importa muito o tempo vivido - este só serve de baliza para termos a noção de há quanto tempo estamos vivos).

--

Update 12/07 - a Tina também transformou o comentário em post.

Marcadores: ,




Comentários:

Anonymous tina oiticica harris disse:
Teu comentário virou parte do meu post. Acho que ficou legal. É muito legal ter leitores que incentivam o pensar com seus comentários em vez dos "Adorei seu post!"
 
Blogger Fernanda Maia Arruda disse:
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Blogger Fernanda Maia Arruda disse:
Se eu tornar post teu post sobre seu comentário do post dela, isso vira um meme? :D só pra saber... =O
hehehe!
 
Blogger Lynz disse:
não importa muito o tempo vivido

Esa es la clave. Pienso que son mucho más importantes las experiencias vividas que el tiempo que ha pasado.
 
Blogger Gabriela Zago disse:
Fernanda: Sim! Todas as idéias que se propagam por imitação são memes :D
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner