quinta-feira, 12 de julho de 2007

  O Complô

Hoje, ao assistir ao filme "Teoria da Conspiração", não pude deixar de me lembrar d'O Complô.
Mas e o que é, afinal, O Complô?
Todo mundo sabe o que é O Complô, mas ninguém admite que sabe. O Complô é algo que está em todos os lugares, ao mesmo tempo em que não está em lugar algum. Sempre que algo dá errado, é culpa d'O Complô. Sempre que algo dá certo, também é culpa d'O Complô - porque tudo, absolutamente tudo o que acontece, só acontece porque houve intervenção d'O Complô.
A única maneira de escapar d'O Complô é estar alerta o tempo inteiro para escapar de suas artimanhas. Mas todo mundo sabe (O Complô adora generalizações) que é impossível manter a consciência o tempo todo. Daí então é só baixar a guarda minimamente e O Complô age.
Quando você vai mal na escola, mesmo tendo estudado muito, é culpa d'O Complô. Quando seu chefe pega no seu pé sem motivo (aparente - porque, para O Complô, tudo tem um motivo, embora nem sempre esse motivo seja óbvio), é culpa d'O Complô. Quando você finalmente consegue convencer alguém a sair no final de semana, também é culpa d'O Complô. Basicamente, tudo o que acontece de inusual ou diferente em nossas vidas é culpa d'O Complô. As coisas rotineiras também são obra d'O Complô, mas elas não são percebidas tão facilmente, justamente por já fazerem parte de nossa rotina.
O Complô é também conhecido por outros nomes, inclusive com desdobramentos, como nas Leis de Murphy, ou na expressão clássica de mea culpa, geralmente proferida após ter acontecido algo que seja ou não obra d'O Complô: "isso só podia acontecer comigo".

Em tempo: será O Complô o elemento impeditivo para que se construa uma máquina do tempo? (mas, do mesmo modo, se eu tiver consciência de que ele é o motivo, então, automaticamente, ele deixa de ser o motivo?)

--

Não adianta. Não tem como fazer posts sérios durante as férias :P

Marcadores:




Comentários:

Anonymous Ed disse:
O que mais gosto nesse filme são as referências a Salinger, mais especificamente ao livro O Apanhador no Campo de Centeio.

Abraço, moça do direito.
 
Blogger Fernanda Maia Arruda disse:
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Blogger Fernanda Maia Arruda disse:
Hheheheh :)
Eu li O Complô de Wiil Eisner, serve esse? :P
Fiz seu meme e adorei.
Agora falta o do livro!
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner