sábado, 3 de março de 2007

  A difícil tarefa de dar nome a um bichinho

As pessoas costumam adotar as estratégias mais absurdas para escolher os nomes de seus animais de estimação. Alguns aproveitam a oportunidade para exercer a criatividade e escolhem nomes muito bacanas. Outros, menos afortunados em termos de inventividade, escolhem um dos nomes já clássicos para animaizinhos. Tem ainda gente que pede ajuda para os amigos, ou que mantêm o nome provisório dado pela Petshop, ou até mesmo aqueles que pedem ajuda para o Santo Google das Causas Impossíveis.
Comecei a pensar no processo de escolha dos nomes dos animaizinhos depois que ouvi uma colega de aula contando que fez uma lista das pessoas que ela mais odiava para escolher um desses nomes para usar como alcunha de sua mais nova cachorrinha. Cruel, pode-se dizer. Mas o fato é que temos total liberdade para batizar nossos bichinhos.
Um deputado já tentou passar pelo Congresso um projeto de lei proibindo colocar nomes de seres humanos em animais. O resultado foi desastroso. Até o bichinho de estimação do presidente Lula tem nome de humano (“Michelle”). E, é claro, há muitas outras questões mais relevantes a serem discutidas pelos representantes do povo lá em Brasília.
Em geral, as pessoas escolhem o nome do animal com base em critérios de afetividade. Desse modo, predominam diminutivos e nomes associados a coisas fofas. Os termos que designam os animais não costumam ultrapassar duas ou três sílabas – mais do que isso o próprio animal será incapaz de assimilar, fazendo com que ele não entenda o próprio nome, ou, no máximo, fazendo com que o animal retenha apenas a sonoridade das sílabas mais fortes da palavra. Isso, é claro, só vale para animais que tenham alguma capacidade de escutar seus nomes (como exemplo, não é preciso chegar ao extremo de se nomear um peixe com uma palavra de duas sílabas, visto que dificilmente ele será capaz de responder a um chamado por seu nome).
Dentro do universo de escolhas possíveis, tem até pessoas que utilizam um daqueles nomes que demonstram total falta de criatividade (ou total criatividade, se se considerar que o nível de falta de criatividade é tão intenso que chega a ser criativo escolher um nome não-criativo). Isso seria algo do nível de chamar de “Preta” uma cachorra escura. Claro que tem também aqueles nomes que chegam a ser hors-concours no critério de (falta de) criatividade, como Totó ou Rex – se bem que de tanto que esses nomes eram considerados incriativos algum tempo atrás, já deve dar até para considerar que se cruzou o limiar da criatividade, e nomear um cão macho de “Totó” voltou a ser sinônimo de alto grau de inventividade.
Para quem está em dúvida, o Site do Cachorro traz uma lista de nomes para colocar em cãezinhos. Para nome de gatinhos, há outra lista. Na prática, não consigo entender qual seja a diferença entre uma lista e outra (tipo, existem nomes que sejam exclusivos para gatos ou para cachorros?). Como exemplo, na lista de nome de cães consta a sugestão “Garfield”. Na lista de gatos o nome não é sugerido.
Para quem quer fugir dos convencionalismos, vale colocar nome do ator ou personagem de seriado favorito (aliás, a dica “Alcapone” do Site do Cachorro chega a ser divertida), adotar nomes de personagens de desenho animado, ou até propor algo mais enigmático como as inicias do nome do seu irmãozinho. Por fim, há quem confie tanto na criatividade alheia que chega a pedir ajuda no Yahoo! Perguntas.
Qualquer que seja o critério de escolha do nome, o importante é que ele seja a cara de seu bichinho. Basicamente, para quem quer exercer a criatividade na escolha do nome, o céu é o limite.

(Palavra de quem: a) manteve o nome fornecido pela Petshop e b) tem o mesmo nome que o cachorro)

Marcadores:




Comentários:

Anonymous tina oiticica harris disse:
Ué, cadê o link do cachorrinho? Os nossos dois tiveram seus nomes escolhidos pelo Gabi. O Shadow era um labrador, só que negro e não um retriever como o Shadow do filme Disney©. O doberman é Lucky, Gabi escolheu, porque ele teve sorte em nos achar; era de um policial mas fugiu.
Finalmente, a princesa gata é Kitty Carslyle. Era só Kitty mas uma amiga acrescentou o Carslyle em homenagem a uma socialite e cantora de NYC no tempo dos Marx Bros.
 
Anonymous Alessa disse:
Puxa... As minhas se chamam Pink e Lady. A Lady já veio com nome, e nunca aceitou ser chamada de outra coisa (a idéia era Dinah). Já Pink é uma homenagem ao ratinho abobalhado do desenho "Pink e Cérebro".
Nos duas escrevemo posts "animais" hoje... uiehiauhiauhuia

bjos
 
Blogger maia_nana disse:
Este comentário foi removido pelo autor.
 
Blogger Fernanda Maia Arruda disse:
Gabiii! juro que não era praquela tirinha ter ficado lá!heeheheh só coloquei ontem pra fazer o teste de como ficaria a tirinha!! :D afff que vergonha esquecer de tirar!
Eu tô em crise... não consigo escrever um post, sento na frente do computador e não me sai nada, não por falta do que escrever, mas por não saber por onde começar nem como organizar as idéias. Quero escrever sobre onde estou estagiando (mais um motivo pra me afastar de novo da blogosfera, o tempo que me sobra é de estudo =\) mas falar sobre minhas impressões sobre os fatos cotidianos tem sido complicado pra mim...
crise, crise!

me explica como vc consegue fazer duas faculdades e ainda escrever com tanta disciplina???

meu cachorrinho chama Max e foi logo depois de assistir Gladiador e ver o Maximus =D
 
Blogger Gabriela Zago disse:
O segredo é estar ainda em férias em uma das faculdades :P
Mas amanhã acaba a folga. Aula todas as manhãs, aulas todas as noites, aulas em duas tardes, estágio em mais uma tarde... e ainda pretendo incluir pesquisa no meio disso tudo.
E, realmente, produzir textos é mais fácil em período de férias. Com aulas fica praticamente impossível :T

Po, mas a tirinha é legal. Deixa a tirinha lá. :D

P.S.: Não deixei explícito no post, mas minha cã se chama Gaby. Com ipsilon. (já eu sou Gabi com i). Diferença sutil.
 
Blogger Car0li disse:
eu li, li e pensei q vc n ia fazer a observação d q sua nova "cã" tem o mesmo nome q o seu!! :P :)

bi, isso me fez refletir onde surgiu o nome d nina... hmm... deixa eu ver, eu era mto pequena... mas lembro d uma baba dando opinião ¬¬ e lembro q ainda morava no apartamento */me pensando* ahh.. depois pergunto a minha mae heuheuheuh

adorei o post :D

bjos
 
Blogger w1zard disse:
impossibilitado de ter um animal de estimação, me contento com um urso de pelúcia e por enquanto, com a pimenteira do colega de república. como ele estava de ferias, fiquei incumbido de regá-la todos os dias. o fiz com maestria (se é que ha algo de difícil nisso) e criei um certo laço afetivo com ela, vou sentir falta dela quando me mudar. o urso de pelucia era para uma namorada. nunca foi entregue e ficou esquecido por cerca de um ano antes de eu resolver tirá-lo do pacote.

a planta chama-se djanira pimenta. lembra da novela america? o nome foi dado pelo dono.

o urso chama-se satanás! nome dado por mim. sempre quis ter um cão chamado satanás, desde que vi que o nome do cao da bruxa do 71 era satanás. achei muito tudo esse nome.. huahauahuaau..
 
Blogger Sagá disse:
Eu não sou a pessoa mais indicada pra falar sobre nome de bichinhos... tenho dois cachorrinhos leeennndos (um casal, na verdade) que chamam-se Diorella e Sunshine. É. Veio assim e a minha mãe gostou, oq eu podia fazer?!

Pra melhorar as coisas nós os chamamos de Dió e Sun. Mas rola confusões, como um dia que uma madame num shopping perguntou se era Dió ou Dior, da grife. rs =P

Beijos!!
 
Blogger Gilberto Balbela Consoni disse:
Pooo, o Odie Barishnikov e o Lucky estão querendo ter uma conversinha contigo (leia-se latido na língua canina). Depois não sabes porque ele tentou te morder :p Vais falar que o nome dele comum é não criativo. :(

Ah, e antes que a tua colega cometa essa bobagem de colocar o nome de alguém que ela não goste no bicho, fala para a menina que sempre irá lembrar da pessoa quando chamar o seu animalzinho de estimação. Pois costumamos adorar esses bichinhos.

Era isso,

Bjo
 
Anonymous Alessa disse:
O Odie e o Lucky... :)
Eles gostavam de mim....
Mas eu fiquei com medo deles :/
 
Anonymous Alessa disse:
O Odie e o Lucky... :)
Eles gostavam de mim....
Mas eu fiquei com medo deles :/
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner