quarta-feira, 31 de janeiro de 2007

  Leitura digital

"Em relação às técnicas anteriores de leitura em rede, a digitalização introduz uma pequena revolução copernicana: não é mais o navegador que segue as instruções de leitura e se desloca fisicamente no hipertexto, virando as páginas, transportando pesados volumes, percorrendo com seus passos a biblioteca, mas doravante é um texto móvel, caleidoscópico, que apresenta suas facetas, gira, dobra-se e desdobra-se à vontade diante do leitor" (Pierre Lévy em “O que é o virtual?”).

É isso. Embora um livro seja bem mais prazeroso de se ler, pois nos permite “ter em mãos” o objeto da leitura – além de se poder manuseá-lo, abri-lo, fechá-lo, riscá-lo, marcá-lo, emprestá-lo, enfim, há todo um fetichismo em torno do livro –, a leitura hipertextual em um ambiente virtual também tem seus atrativos. O livro impresso, considerado dentro do sistema em rede de remissões internas de uma biblioteca (um livro que remete a outro que remete a outro que remete a outro, além de índices e catálogos que remetem a vários outros livros), requer que se faça deslocamentos físicos – é o leitor quem precisa ir de um livro a outro em busca de informações adicionais. Na web, basta clicar em um link, ou buscar em um banco de dados, que a informação requisitada estará diante de nós, em instantes. A possibilidade aberta pelos hiperlinks permite que se vá de página em página, sem sair do lugar (físico) onde se encontra. E é isso o que torna a navegação na web uma experiência tão interessante e singular: somos nós quem estamos no comando do caminho a ser traçado em nossa leitura hipertextual.

Marcadores: ,




Comentários:

Blogger Edison disse:
Esse filme deve agregar muito ao post.

http://www.youtube.com/watch?v=6gmP4nk0EOE
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner