sábado, 21 de outubro de 2006

  As diferentes formas de ser ético

Nunca tinha parado para pensar em como os princípios que regem cada profissão costumam ser diferentes. Ser ético para um jornalista, por exemplo, é procurar ouvir os dois lados da história. Ele deverá apresentar as duas versões, ainda que ele saiba qual dos dois é o culpado.
A ética do advogado é diferente: ele deve defender o seu cliente – ainda que ele seja o culpado. Mas o advogado, ao defender os interesses de seu cliente, não deve se colocar acima da lei. A defesa deve se basear em fatos concretos. Nada justificaria a necessidade de mentir em um processo, por exemplo. Um bom advogado saberá defender seu cliente utilizando-se de argumentos válidos. Se o agente é culpado, uma advogado pode, por exemplo, instruí-lo a confessar o crime, para depois poder alegar a atenuante da confissão na hora de defender o cliente. O que não dá é para insistir na inocência quando se é flagrantemente culpado. Pior ainda: não se pode atribuir a outrem a culpa quando se sabe quem é o culpado.
A conduta de um advogado é regulado pela lei 8.906/94, também conhecida como Estatuto da OAB.
O jornalista tem suas atitudes regradas pelo Código de Ética do Jornalismo. O texto é muito bonito. Mas os artigos são excessivamente amplos e abertos, o que gera um certo tom de vaguidade (curiosidade inútil: fui fazer a prova dos 1000 resultados no Google para saber se a palavra vaguidade existe ou não, e só encontrei resultados associando o termo a textos jurídicos :P).

Marcadores:




Comentários:

Anonymous Anônimo disse:
O código de ética do jornalismo é uma piada.

E ainda tenho que aguentar a falta de sensibilidade e imbecilidade de uma pessoa e de um professor dizendo que a tv ficaria monótona sem o sensacionalismo. Que espécie de professor é essa?

Isso me entristece, deprime, enraivece. Cada dia que passa mais eu chego à conclusão de que alguém entrar para a universidade não quer dizer que ela use o aparato que veio instalado em sua cabeça.

Algumas deveriam usar fralda ao invés de boné.
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner