domingo, 6 de novembro de 2005

  A arte de viajar de ônibus

Acho que tenho um ímã para atrair pessoas que não têm a mínima consideração pelos outros em viagens de ônibus. Na ida para Bagé, atrás de mim havia uma criança irritante (mas feliz) que achou divertido dar socos na poltrona a sua frente. Virei saco de pancadas sem saber :)
Do resto da viagem nem me lembro. Acho que a criança (e sua respectiva família leniente) desceram do ônibus e eu comecei a ler, em paz...
A viagem de volta foi mais interessante. Ao sair de Bagé, fiquei observando o comportamento de um bebê que se encontrava (com sua mãe, é claro) no jogo de poltronas ao lado (e à frente) da minha. É curioso notar o agir de uma criança em seus primeiros dias de vida, com olhos que tudo olham mas que nada vêem. Depois de um certo tempo olhando ao redor com uma cara típica de "Quem sou eu? Onde eu estou?", a menina (estava de suéter rosa... se não for menina, tem uma mãe de muito mal gosto :P) acostumou-se com o ritmo da viagem. Dormiu. Mas ao falhar-lhe o balanço costumeiro, quando o ônibus parou, inadvertidamente, não teve outra escolha senão berrar. Mas em seguida o veículo retomou sua velocidade normal, e a criança pôde descansar feliz. Ainda bem que o ônibus era semi-direto! :) (modalidade máxima do trajeto Pelotas-Bagé-Pelotas).
Na metade do trajeto, embarcou no ônibus um casal que se sentou nas poltronas ao lado, logo atrás. Eles vinham discutindo em voz alta uma suposta tradução de inglês, com um dicionário em mãos. Fiquei num misto entre interromper a conversa e ajudar, ou me irritar por não poder ler. Por fim, acabei me redimindo e aproveitando a oportunidade para apreciar a paisagem da beira da estrada: um lindo pôr-do-sol, digno de cartão postal. Com direito a um sol laranja e gigante, desses que as casinhas da beira da estrada cismam em esconder, mas que é insistente, e não deixa de aparecer a cada esquina, a cada vão, a cada falha na tentativa humana de ocupar todos os espaços sobre a superfície da terra.
---
Estou gostando dessas minhas viagens com leitura "temática". Da última vez que fui a Bagé, estava lendo "Viagem na Irrealidade Cotidiana", de Umberto Eco. Desta vez, o livro era "Se um viajante numa noite de inverno", de Italo Calvino. Acho que nem preciso dizer que ambas as obras são umas verdadeiras "viagens"... (no sentido "adolescente rebelde de 12 anos" da palavra...). Sobre o primeiro já falei aqui no blog. Do outro, ainda preciso terminar a leitura (restam cerca de 50 páginas). Mas já adianto que o livro é bem interessante, e nele se sobrepõem diversos trechos de obras fictícias, intercaladas com uma estória de um Leitor (com letra maiúscula) que se perde num emaranhado de leituras -- e que bem que poderia ser o leitor (com letra minúscula) que lê a obra e se perde junto :)

flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner