sábado, 15 de outubro de 2005

  O plano malévolo da biblioteca da UCPel

É incrível o descaso da Universidade "Caótica" de Pelotas (UCPel) com relação aos livros. Antes eu achava que a Biblioteca de lá tinha um bom acervo de obras, e apreciava o fato de elas serem relativamente atualizadas (se comparadas às da pré-histórica Biblioteca da Faculdade de Direito/UFPel). Mas foi só eu resolver começar a ler esses livros para perceber que a realidade não é bem assim.
Como se não bastasse o fato (já bastante desencorajador) de a esmagadora maioria dos livros vir com anotações, trechos sublinhados, orelhas, marcas as mais diversas e manchas voadoras não identificadas, há uma lei de Murphy que diz que a vontade de ler um livro é inversamente proporcional às chances de encontrá-lo disponível para locação.
Hoje depois da aula de Perspectiva Ético-Antropológica fui com a Alessa na Biblioteca Central procurar alguns livros sugeridos pela minha mãe, e outros tantos que estavam na minha interminável lista de leituras. De todos que procurei (e não foram poucos!), só encontrei 3. Um deles só estava disponível na biblioteca de Jaguarão! (arrã... quem sabe eu vou lá buscar??), outro não foi localizado nas estantes (incompetência dos atendentes ou negligência dos alunos? :P), e o terceiro era o menos favorito da lista de "prováveis leituras de final de semana", mas tudo bem: ao menos ele existe. Peguei também um livro de um autor sugerido por minha mãe, mas não exatamente o livro que ela disse para eu ler (porque não tinha, é óbvio).
Mas o que mais chama a atenção é que não são livros raros, ou absurdos. Há falta de livros-chave para um curso de Comunicação Social! "1984" é um clássico de George Orwell. "Obra Aberta" do Umberto Eco está até na relação de bibliografia básica da disciplina de Semiótica!! "Admirável Mundo Novo", de Aldous Huxley, é outro clássico! Aliás, dias desses digitei na telinha localizadora de livros da biblioteca todos os títulos das bibliografias básicas de Semiótica e Teoria da Comunicação II. Não encontrei nem metade dos livros! E, pela lei de Murphy, os que não encontrei eram exatamente os que eu mais tinha interesse em ler. Estou começando a achar que isso é um plano maligno e malévolo para me fazer enlouquecer a partir da tentativa de me obrigar a ler livros com títulos sem graça e que nunca teria interesse em locar, mas acabo pegnado por total falta de opção... (Conspiração pura! :P).

Marcadores:


flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner