quarta-feira, 12 de outubro de 2005

  Fragmentos

Sabe quando você está fisicamente em uma festa, mas sua cabeça passa longe, bem longe? Sabe quando todos à sua volta bebem e você só consegue pensar em dormir? E, ironicamente, eu cheguei em casa agora e liguei o computador. Vá entender o que se passa nas minhas camadas internas de pensamento ¬¬
Estou notando que meu blog está se desvirtuando cada vez mais de seu caminho. O que há de jurídico ou jornalístico em postar sobre mim ou sobre sofás? :P
Aliás, até ius communicatio é um título equivocado. Eu não sabia que isso era uma expressão latina que quer dizer "comunicação de direitos" -- minha intenção era significar exatamente o oposto -- Direito de comunicar.
Antes que eu comece a postar receita de bolos (ou algo mais meloso ainda), vou começar a restringir o quantidade de textos. Afinal, a escolha dos assuntos a serem tratados aqui no blog merece contar com os requisitos do due process of law (aquele que assegura o direito à ampla defesa e ao contraditório). A regra é simples: um menor número de posts para uma maior qualidade dos mesmos. Nem vou submeter minha decisão a referendo (já que tá na moda usar dispositivos constitucionais sérios para consultas inúteis) porque minha única leitora assídua pode ser facilmente influenciável (é fácil ganhar uma eleição quando só se tem um único eleitor para convencer). :P

---

Se nem eu mesma consigo ser fiel ao que proponho, como posso pretender influenciar as pessoas na futura e hipotética profissão de jornalista ou advogada? É, está na hora de rever meus conceitos... :P

---

Falando em influenciar pessoas... a aula de hoje de Filosofia Geral e Jurídica estava bastante interessante (nunca pensei que eu fosse dizer isso um dia!)... O tema era a liberdade psicológica. Tipo, como podemos ser livres para pensar se nosso próprio cérebro, atuando por intermédio do superego, já cerceia nosso direito de pensar e expressar-se? Ele atua como uma espécie de censor moral, filtrando aquilo que pode emergir do inconsciente em direção à nossa consciência. Assim, a liberdade de expressão precisa se submeter ao jugo não só dos demais seres vivos em sociedade (regras de convivência apenas -- já que, tecnicamente, não há censura formal no Brasil), mas também de um dos próprios componentes de nossa psique!! De acordo com o professor de Filosofia (e com as teorias freudianas), basta que entendamos como funcionam os mecanismos da psique humana (em especial, os do superego) para que possamos pensar mais livremente (ao menos pensar -- a decisão de expressar-se, entretanto, ficará ainda submetida aos juízos de valor do ego (consciente). Também não dá para extrapolar e sair por aí postando em blogs anônimos :P É preciso ter coragem para afirmar aquilo que se diz!! Não basta a criatura se sentir livre para pensar, e depois não ter coragem de assumir aquilo que exteriorizou. Se não for para ser assim, então não tem por que se preocupar em driblar os censores morais naturais do superego...



Comentários:

Blogger Alessa Rovere disse:
"facilmente influenciavel?" espero que tu não esteja falando de mim! auihiaah
bjos
 
Anonymous Carol disse:
acho q sua unica leitora NÃO é facilmente influenciavel :P :P :P

eu, particulamente, gosto dos eu blog!! acho engraçado seus textos... divertidos... e interessante (afff... será q tou puxando saco mesmo? :( )
por isso q as vezes n eh bom ser fã :~ é dificil ter uma critica!! n q seja influenciavel :P

e vc pegou no pé d blogs anonimos, heim? pq??

te adoro!
bjos
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner