domingo, 30 de outubro de 2005

  Anedotas de relógios

Estou com medo do meu relógio de parede da sala. Ele fazia um tique-tique macabro e nunca marcava a hora exata. Então resolvi mexer nos ponteiros para ver se melhorava, e a coisa só piorou. Agora, o ponteiro das horas fica imóvel, inerte, abandonado à própria sorte no número 6 (que é o número mais ao sul do relógio). E o rotineiro tique-tique deu lugar a um barulho mais bizarro, como se o ponteiro dos segundos tremesse de pavor a cada vez que passasse pelo número 6. É um silvo semelhante ao de uma chaleira fervente. Assustador. Se o relógio fosse digital, eu acharia que é uma bomba! Aliás, preciso me preocupar com quando for o dia 06/06/06, às 6 horas e 6 minutos e 6 segundos??
Mas apesar de tudo, ainda acho que vale muito mais a pena usar minha única pilha para manter um relógio que só marca os minutos do que usá-la no controle remoto de uma televisão que só pega canais abertos -- aliás, por que o nome do controle é controle, se no fundo o cidadão telespectador não tem a mínima liberdade de escolha; ele não decide o que ver pelo que gostaria de assistir, e sim pelo que está disponível para que se veja..
Enfim... como o medo do relógio era tanto, resolvi procurar sobre relógios no Google, e ver se me tranqüilizava (afinal, eles nada mais são que seres inanimados que giram). Minha pesquisa encontrou desde o tosco e famoso conselho atribuído a Paulo Coelho, em Brida, que diz:

"Não existe nada de completamente errado no mundo, mesmo um relógio parado, consegue estar certo duas vezes por dia"

No caso do meu relógio, ele consegue estar certo durante 2 horas por dia. Ele é superior ao relógio de Brida! Durante 8% do dia ele está certo. Mas como eu não estou acordada às 6 da manhã para saber, é como se o relógio só estivesse certo durante os 4 dias da semana em que estou em casa às 18h para presenciar o "fenômeno"... Então é como se em somente 2% do total de tempo da semana eu pudesse perceber que ele está certo. E esses dois por certo ainda o tornam bem mais útil que a televisão...

A frase abaixo é interessante, mas não consegui contextualizá-la (é incrível como esses sites de frases conseguem jogar um monte de citações aleatoriamente em uma página, sem se importar em dizer de onde elas surgiram!!)

"Os dias talvez sejam iguais para um relógio, mas não para um homem." (Marcel Proust)


Uma piadinha clássica da turma dos relógios é a que diz:

"Que horas são quando o relógio bate treze badaladas?"
Uma hora? Duas horas? Nããão... São horas de mandar o relógio para o conserto... :P
(por algum estranho motivo, eu adorava essa piadinha na infância... )

Em uma "antologia de leis de Murphy", a lei 141 estatui:
141. Lei de Segal
Um homem com um relógio sabe que horas são. Um homem com dois relógios nunca tem certeza.

E é verdade... palavra de quem sai de casa sempre com dois relógios (o de pulso e o do celular). Acho que eu nem preciso do da sala...
Há também uma versão "estatística" da piada acima num site de anedotas de matemática... A diferença é que o estatístico faz a média entre as horas :P


Para os mais científicos, este site explica como funciona um relógio de sol. Desisti de tentar entender lá pelo terceiro parágrafo... :P

Algumas piadinhas aleatórias:

Daquelas do tipo "Qual é o nome do filme?":
A namorada deu um relógio com sua foto para o namorado. Qual é nome do filme?
"Quem vê cara não vê que horas são!"


P: Sabem por que é que não se pode ir a selva às 6 horas?
R: É a hora em que os elefantes praticam paraquedismo.

(Alguém me explica o humor dessa piada? -- ela é fruto da pesquisa por "piada às 6 horas")

Como se diz "relógio de pulso" em somaliano?
Relógio de cintura

Eu não sabia que existia uma categoria de "Piadas de Somaliano". Somália é meu país no Orkut :D

Frase feliz (e sem graça):
Se tempo fosse dinheiro, meu relógio seria milionário!

Uma piada relativamente sem graça (mas que envolve relógios):
Um americano, um japonês e um português estavam no alto de um prédio e combinaram que tacariam seus relógios e quem conseguisse pegar o relógio antes de cair e quebrar no chão ganharia a disputa. Daí o americano tacou, desceu mas quando chegou já era tarde demais. Daí o japonês tacou, desceu e deu na mesma. Aí o português tacou, foi pra casa, jantou, dormiu, tomou café, voltou para o prédio e quando estava lá embaixo ele pegou o relógio caindo. O americano e o japonês perguntaram como ele fez aquilo e o português respondeu:
- Eu atrasei meu relógio 12 horas.


A piada a seguir tem diversas variantes, conforme o site de piadas que se acessa... No lugar do Bush no terceiro relógio, há até versões mais recentes que colocam o Marcos Valério!
Um cidadão morreu e foi para o céu. Enquanto estava em frente a São Pedro nos Portões Celestiais, viu uma enorme parede com relógios atrás dele.
Ele perguntou:
- O que são todos aqueles relógios?
São Pedro respondeu:
- São Relógios da Mentira. Todo mundo na Terra tem um Relógio da Mentira. Cada vez que Você mente, os ponteiros de seu relógio movem-se.
- Oh!! - exclamou o cidadão - De quem é aquele relógio ali?
- É o de Madre Teresa. Os ponteiros nunca se moveram, indicando que ela nunca mentiu.
- E aquele, é de quem?
- É o de Abraham Lincoln. Os ponteiros só se moveram duas vezes, indicando que ele só mentiu duas vezes em toda a sua vida.
- E o Relógio do Bush, também está aqui?
- Ah! O do Bush está na minha sala.
- Ué - espantou-se o cidadão, - por quê?
E São Pedro, rindo-se:
- Estou usando-o como ventilador de teto.



Três anedotinhas felizes:

Q: Why did Silly Billy sit on a clock?
A: Because he wanted to be on time!


Q: Why did the man throw the clock out the window?
A. Because he wanted to see time fly.


Pearl: When the clock struck 12 last night, I said to myself, "Pearl, everything is coming your way!"
Earl: That's a great way to start the New Year! What did you do after that?
Pearl: I quickly pulled into the correct lane!


A página diz que são piadas enviadas por crianças de 9 a 14 anos... Dê um desconto pela falta de humor :P


Essa é fraquinha também:

The talking clock
While proudly showing off his new apartment to friends, a college student led the way into the den.
"What is the big brass gong and hammer for?" one of his friends asked.
"That is the talking clock", the man replied.
"How's it work?" the friend asked.
"Watch", the man said then proceeded to give the gong an ear shattering pound with the hammer.
Suddenly someone screamed from the other side of the wall...
"KNOCK IT OFF, YOU IDIOT! It's two o'clock in the morning!


Outra bem básica (e intraduzível!):

Why shouldnt you tell a secret around a clock?
Because time will tell.


Mais uma sem graça...

Un policía le pregunta al ladrón:
¿Usted por qué le robó el reloj a la señora?
Y el ladrón contesta:
Yo no le robé ningún reloj, ella me lo dio.
¿En qué momento ella le dio el reloj?
Y el ladrón responde:
En el momento que le mostré la pistola.



Esta talvez ganhe no quesito 'falta de humor'... Ou de tão idiota consiga ainda provocar risos :P

- Mirá allá adelante... ¡hay un reloj en el suelo!
- Es mío. ¡Siempre se me adelanta!


Neste link há uma crônica terrivelmente conformista, profundamente ideológica, não recomendável para pessoas sensíveis e acríticas :P -- mas é bonitinha e fala de relógios :D


Também encontrei um livro muito legal de Lewis Carroll (pseudônimo de Charles L. Dodgson, autor de "Alice no País das Maravilhas") sobre lógica. Um problema de relógios:
Os Relógios Loucos de Carroll - Qual dos relógios regista o tempo mais fielmente? Um que se atrasa um minuto por dia ou um que não funciona?
Solução:
O relógio que se atrasa um minuto por dia dá a hora exata de dois em dois anos, pois como se atrasa um minuto por dia só voltará a estar certo depois de se atrasar doze horas, o que só acontece ao fim de 720 dias.
O relógio que está parado está certo duas vezes em cada vinte e quatro horas. Por isso o relógio que melhor regista o tempo é o que está parado.

(Meu relógio tá com tudo então, os minutos e os segundos ainda estão funcionando!)


E, para finalizar, a obra clássica surrealista de Salvador Dalí:



A propósito, alguém aí pode me informar que horas são?




Comentários:

Anonymous Anônimo disse:
Para que servem os relógios se temos o tempo do mundo para descobrir a inutilidade do nosso viver, afinal, estamos presos aqui!
 
Blogger If I need you I'll just use your simple name disse:
eu amo essa frase do paulo coelho... nham e essa do Proust? Lembra q o Max emprestou um livro do Proust p Lorelai e ela não leu qse nada? Aff!! Finalmente vi algo sobre esse indivíduo! E eu sempre tive medo desse quadro do Dali. Relógios, horas... eu sempre ando atrasada...
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner