terça-feira, 20 de setembro de 2005

  Filme: Procura-se um amor que goste de cachorros


Eu acho incrível a capacidade que as traduções de nomes de filmes têm de acabar com o encanto das produções. Hoje fui ver "Procura-se um amor que goste de cachorros". Sou contra nomes de filmes que levem mais de dois fôlegos para serem pronunciados. Em inglês é tão mais simples; menos palavras dizendo a mesma coisa: "Must love dogs". É bizarra essa questão de como em cada idioma as coisas soam diferentes. Embora insista-se tanto em traduzir peças de um idioma ao outro, as diferentes línguas não coincidem. Cada grupo de pessoas tem uma visão de mundo distinta, e isso se reflete na quantidade de palavras que dispõem para expressar as coisas. Li em algum lugar que um povo que vive em alguma região polar do mundo (quanta especificidade! :P) possui quatro palavras diferentes para expressar aquilo que em muitos países chama-se apenas "neve". E pobre de quem tem que traduzir do português para uma língua dessas... Enfim. Embora o título do filme, à primeira vista, possa parecer meio piegas, o conteúdo surpreende.
Não sei se foi porque fui ver o filme com baixas expectativas, mas confesso que gostei. Não é um filme maravilhoso. Mas também não é ruim. Must love dogs é uma sátira aos relacionamentos por internet. O ápice do humor fica por conta do encontro que a personagem principal do filme (Sarah - Diane Lane, em uma atuação singela mas brilhante) marca com seu próprio pai! Ao longo do filme, vários perfis virtuais são mostrados, e dicas são dadas de como conquistar alguém pela internet. Basicamente, há apenas uma regra: mentir. Deixe para falar a verdade quando for conhecer a pessoa ao vivo. Porque dificilmente alguém que esteja tão desesperado ao ponto de procurar um par pela internet tenha uma vida interessante para contar. A maioria mente mesmo.
Apesar do final totalmente irreal e demasiadamente clichê - a mocinha se joga no lago atrás do mocinho! - o filme é bastante criativo.
E as cenas inicial e final são bastante interessantes. No começo do filme, algumas pessoas dão depoimentos sobre qual é o melhor lugar para se conhecer alguém. No fim, são os próprios personagens do filme que dão seus depoimentos, dizendo como se conheceram, e o que pensam do amor.
Deu até vontade de fazer o perfil em um site de relacionamentos (mentindo, é claro), só para ver no que dava. Mas não. Isso seria excêntrico demais :P

Marcadores:




Comentários:

Anonymous IaN disse:
hmmm, você aceita passar comigo no meu Hiate, depois pegamos meu jatinho e vamos à europa ou qualquer outro lugar do mundo que você queira conhecer... Podemos ir tb no meu helicóptero para Fernando de Noronha na minha Casa de praia... Lá eu tenho uma academia de mergulho... podemos conhecer o fundo do mar, se vc quiser podemos também saltar de pára-quedas na minha escola de skydiving. Como você minha vida é bem radical... o que acha? :P
 
Anonymous Carol disse:
must love dogs (heuehueh) n eh tão ruim assim??? olha q tbm pensei pouco dele! depois do q vc disse me deu vontade d assistir :)
bjos
 
Blogger viajandona disse:
excêntrico demais? oq é ser excêntrico? há um padrão de excentricidade? Ah, sim excentricidade é o não-padrão, apesar que o não-padrão regular torna-se um padrão...e agora? Faça oq der vontade!
 
Blogger viajandona disse:
excêntrico demais? oq é ser excêntrico? há um padrão de excentricidade? Ah, sim excentricidade é o não-padrão, apesar que o não-padrão regular torna-se um padrão...e agora? Faça oq der vontade!
 


Participe desta conversação :)



<< Voltar para o blog
flickr
   

 feed

receba as atualizações do blog por e-mail



categorias academicismos
amenidades
blogs
direito
filmes
google
internet
livros
memes
mídia
orkut
politiquês
querido diário
stumbles
tecnologia


sobre
about me
del.icio.us
flickr
last.fm
orkut
43metas
nano novel
textos
flog
stumbleupon
Gilmore Girls





blogroll
animaizinhos toscos
argamassa
ariadne celinne
atmosfera
bereteando
blog de lynz
blog del ciervo ermitaño
direito de espernear
direito e chips
dossiê alex primo
efervescendo
enfim
every flower is perfect
garotas zipadas
giseleh.com
grande abóbora
hedonismos
il est communiqué
jornalismo de resistência
jornalismo na web 2.0
lavinciesca
marmota
novos ares
pensamentos insanos
rafael gimenes.net
reversus
sententia
universo anárquico
vidacurta.net
vejo tudo e não morro
w1zard.com


arquivo
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Julho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006
Janeiro 2007
Fevereiro 2007
Março 2007
Abril 2007
Maio 2007
Junho 2007
Julho 2007
Agosto 2007
Setembro 2007
Outubro 2007
Novembro 2007
Dezembro 2007


etc.










Save the Net

Stumble Upon Toolbar

Creative Commons License

Official NaNoWriMo 2006 Winner